5 aparelhos que não teremos em breve

abr 28

5 aparelhos que não teremos em breve

Assim como disquetes, vídeo- cassetes, pagers, máquinas de escrever e tocadores de CD portátil, praticamente não existem mais, outros aparelhos que usamos muito hoje em dia estão em vias de desaparecer.

Relógio de pulso: não há mais tanta necessidade em se ter um relógio de pulso. Qualquer outro aparelho a sua volta tem um relógio embutido: celular, geladeira, DVD… você tem um DVD?

DVD: DVDs e até Blurays estão sendo rapidamente substituídos por serviços de streaming de vídeo. Locadoras virtuais, praticamente já acabaram com as locadoras físicas e mídias físicas estão sendo consumidas mais por colecionadores que pelo público em geral.

Telefone fixo: hoje, muitas pessoas se mudam e nem se preocupam em ter uma linha telefônica em casa. A maioria já usa o celular como o único telefone que possui. No futuro próximo, telefones fixos serão relíquias.

Confira também:  As pessoas, a tecnologia e a inovação.

Pendrive (flashdrive): esse item tão comum na bolsa ou mochila de qualquer um para levar arquivos de um lugar para o outro pode estar perto do fim em função das tencologias de nuvem. Hoje, pode-se fazer o upload de arquivos para armazenamentos em nuvem e fazer o download para qualquer computador que tenha acesso à internet. Muito mais prático e seguro pois não se tem o risco de perder o pendrive na rua.

Disco Rígido (Hard Disk – HD): O HD está sendo atacado por todos os lados. Muitas pessoas nem sequer tem mais PCs, muitos jovens estão muito satisfeitos com seus smartphones ou tablets que não possuem HD, possuem memória flash. Essa memória flash é muito mais rápida e eficiente que o HD e, aos poucos, está substituindo-os nos PCs remanescentes. Além disso, existe a nuvem que serve como armazenadora de grandes quantidades de dados e torna HDs de grande capacidade cada vez menos úteis.

Confira também:  Ustore e Angola Cables: aproximando América e África

Isso sempre aconteceu e, provavelmente, vai continuar acontecendo por um tempo e um dos principais fatores é a obsolescência das capacidades de processamento dos aparelhos. Isso, juntamente com as desvantagens do pendrive e do disco rígido, pode ser solucionado pela nuvem. Com ela, é possível se utilizar de um poder de processamento muito maior sem ter que se preocupar com peças novas para seus equipamentos. Pode ser o fim dos PCs, por exemplo, mas isso só descobriremos com o tempo.

Para saber mais sobre a tecnologia e acompanhar novidades da computação em nuvem continue nos acompanhando nas redes sociais e assine nossa newsletter!

Outras pessoas também leram...