Disaster Recovery: Entenda o que é e saiba por que elaborar um plano de contingência de TI

ago 9

Disaster Recovery: Entenda o que é e saiba por que elaborar um plano de contingência de TI

Em época de eventos de proporções globais como as Olimpíadas que estão acontecendo no Brasil, em que todos os holofotes do mundo apontam para nosso país, falhas no sistema podem fazer sua companhia perder grandes oportunidades de negócio. A computação em nuvem aparece como uma alternativa às práticas convencionais de TI e se encaixa muito bem nas necessidades de Disaster Recovery (DR).

O que é Disaster Recovery?

No cenário atual, os serviços de TI precisam estar funcionando sem interrupções. Por isso é importante que exista um plano de recuperação de desastres que possa ser testado de forma a manter os serviços em funcionamento em caso de um erro acontecer.

Para isso é preciso levar em consideração diversos fatores que podem ocasionar erros no serviço como a infraestrutura, os funcionários, sistemas etc.

H2: O que é preciso saber de antemão para pensar em DR?

Confira também:  O que é SDS?

Primeiramente é importante levar em conta os custos, tanto financeiros quanto de cunho ambiental. Os primeiros levam em consideração a infraestrutura tecnológica para garantir a produtividade do time de colaboradores e o tempo máximo que a empresa suporta para retorno dos sistemas críticos em caso de desastre. E o segundo refere-se a um ambiente computacional que economize recursos como, por exemplo, energia elétrica.

Caso sua empresa lide com um grande número de dados, é importante que eles estejam bem acessíveis e alinhados com as estruturas de Disaster Recovery contribuindo para que os backups funcionem da melhor e mais rápida maneira possível.

Como elaborar um plano de DR?

O primeiro passo é, antes de elaborar qualquer estratégia, conhecer bem seu sistema e quais informações são críticas. Por exemplo, qual parte dos dados é descartável (como arquivos temporários) e qual parte é fundamental que seja recuperável. Qual o tempo de recuperação de cada aplicação e por quanto tempo cada um pode ficar fora do ar sem comprometer a continuidade do negócio.

Confira também:  Saiba como a nuvem pode ajudar a sua empresa a reduzir gastos

Com essas definições, a empresa pode decidir qual forma de DR que irá utilizar.

A solução de DR da Ustore consiste em uma estratégia para continuidade de negócios onde os dados são replicados entre o site principal e o site backup, mantendo a infraestrutura sincronizada e configurada.  O cliente paga um valor mínimo mensal como taxa de manutenção do ambiente. No caso de desastre, a infraestrutura é acionada e o cliente paga somente pelas horas em que o sistema ficou fora do ar.

Quer saber mais sobre Disaster Recovery e todas as possibilidades que ele pode trazer à sua empresa? Fale com a Ustore e peça um orçamento!

Outras pessoas também leram...