A Evolução da Educação a Distância

abr 11

A Evolução da Educação a Distância

Isaac_Pitman_educacao-distancia

Sir Isaac Pitman

Educação tradicional sempre foi presencial até que em 1728, Caleb Phillips, um professor de taquigrafia (técnica de escrever de forma muito rápida para fins como, transcrever uma fala de uma pessoa) começou a dar aulas por cartas a seus alunos. Cem anos depois, Sir Isaac Pitman, começou a ensinar a mesma técnica por correspondência, mas ele inovou ao dar feedbacks a seus alunos.

Com o advento da World Wide Web (WWW), diversos programas de aprendizado online começaram a aparecer. Em 1994, CompuHigh nasceu com a proposta de levar educação em nível High School (ensino médio) para a internet. Cursos híbridos começam a surgir também em função dessa novidade. Hoje é muito comum que diversas universidades disponibilizem de disciplinas exclusivamente online.

Confira também:  Sua empresa é capaz de sobreviver à um desastre de TI?

Krishna Kumar, CEO da Simplilearn (uma instituição independente de ensino) diz que a educação a distância é muito importante pois possibilita que pessoas façam cursos antes impossíveis para elas devido à localização ou custo de ir para um outro lugar cursar.

A tecnologia de nuvem pode ajudar nesses serviços pois tem a capacidade de agregar informações de várias pessoas diferentes, por exemplo professores, para gerar uma plataforma mais rica em informações, entre outras aplicações.

A Ustore fez um projeto que utilizava tecnologia de computação em nuvem para melhorar a educação no Brasil. O projeto consistia em instalar um mídia center de nuvem privada de armazenamento em cada escola para que o professor enviasse conteúdos para ele e que ele pudesse distribuir essa informação para cada tablet educativo de cada aluno, sem precisar utilizar a internet para isso.

Confira também:  Hiperconvergência e Disaster Recovery

Conheça mais a fundo as tecnologias de cloud acompanhando nosso blog e nossas redes sociais.

Outras pessoas também leram...