É preciso que haja menos resistência à mudança

set 20
cloud-mudança-resistencia-nuvem

É preciso que haja menos resistência à mudança

As vantagens da computação em nuvem são inegáveis como você pode ver em outros artigos aqui no blog como esse e esse. Um dos maiores motivos para a adesão a essa tecnologia não ser tão alta como os analistas esperavam não está na capacidade ou competência do mercado e sim com os clientes.

Resistência a mudança

Muitos empresários resistem à mudança por uma questão de, segundo João Mesquita, diretor da B!t Magazine, maturidade. Eles tendem a recusar o novo imediatamente e acabam perdendo oportunidades muito valiosas. Um exemplo claro são as companhias de táxi que, por muito tempo, não reagiram ao surgimento do Uber que vinha, com a utilização da Cloud, oferecendo um serviço melhor e mais barato.

Confira também:  Ustore e Angola Cables: aproximando América e África

Segundo Mesquita, as empresas já consolidadas já têm muito mais experiência que qualquer startup e, por isso, não deveriam ter medo de ir de encontro a essas outras empresas, pois seriam capazes de oferecer um serviço de uma qualidade melhor do que qualquer startup sonha em ser capaz de oferecer. Nessa hipótese, startups não conseguiriam uma fatia tão grande do mercado em tão pouco tempo.

Outro fator que freia a adoção da computação em nuvem por muitas empresas é a preocupação com a segurança. Primeiramente, soluções de cloud fornecidas, por exemplo, pela Ustore, possuem um alto nível de segurança atrelado que tornam essa preocupação pouco importante. Além disso, segundo João Mesquita, muitas empresas valorizam muito a segurança de informações que em um curtíssimo espaço de tempo já estão em domínio público como tabelas de preço. Nesse caso, não é necessário o esforço exagerado que se vê em proteger tais informações.

Confira também:  Como a Universidade ajuda a Ustore a inovar?

Dê uma chance para a nuvem, nem sempre o que é novo é pior do que o antigo! Saiba mais sobre essa tecnologia nos acompanhando em nossas redes sociais e entre em contato para esclarecer suas dúvidas!

Outras pessoas também leram...